direito do livre pensar

Livre pensar trará post relacionado com a religiãoe filosofia.

Historia do Hinduismo e seus Deuses — 8 de dezembro de 2015

Historia do Hinduismo e seus Deuses

Conhecer a história das religiões faz com que questionemos os deuses existentes, ou que já foram cultuados pelo ser humano, na India podemos observar o seguinte deuses:

Deuses do Hinduísmo
Os principais deuses do hinduísmo e seus significados, deuses indianos, mitologia hindu

Ganesha: o deus das soluções que remove os obstáculo

Trindade do Hinduísmo (Trimurti)

– Brahma
Deus criador do Universo. É o primeiro deus da trindade do hinduísmo.

– Shiva
Deus destruidor, que destrói para criar algo novo. É o criador da Ioga. É também conhecido como o deus “transformador”.

– Vixnu
Deus responsável pela manutenção do Universo.

Outros deuses importantes do Hinduísmo:

– Ganesha
Deus que remove os obstáculos e traz as soluções.

– Ganga
Deus do rio Ganges, o rio sagrado para os hindus.

– Indra
Deus do Céu e do trovão

– Kama
Deus hindu do amor

– Surya
Deus do Sol.

– Hanuman
– É o deus macaco na religião hindu. Possuí várias habilidades e poderes especiais.

– Yama
Deus da Morte

– Bhaga
Deus do casamento e da saúde.

– Sarasvati
Deusa do aprendizado e sabedoria.

– Laxmi
Deus da fartura, da beleza e generosidade.

– Sarasvati
Deusa hindu das artes, sabedoria e música.

DE JOELHOS, POR PARIS — 15 de novembro de 2015

DE JOELHOS, POR PARIS

O medo é um dos piores sentimento da alma humana, isso para não dizer o pior… Através dele mais, de 7 bilhões de pessoas são controladas a viver neste planeta chamada terra… Todos os Sistemas conectados conseguem dominar mentes através do medo…

Boas Conversas

Paris sangra. Paris chora. O mundo inteiro chora junto. No momento de uma dor desse tamanho, o medo aflora em todos os corações e, inevitavelmente, há comentários de revolta, de indignação, de raiva, de mágoa, há muita vontade de vingança. Mas, ao mesmo tempo, há milhões de comentários de solidariedade por essas pessoas que perderam a vida ou que, mesmo salvas fisicamente, vagam pelas ruas da capital francesa atordoadas, tentando entender o que aconteceu.

No momento em que o planeta foi rachado ao meio, faz muito tempo, as hostilidades se instalaram. E foram, com o avançar dos milênios, se tornando mais agudas. Para a manutenção do lucro e do poder nas mãos de alguns poucos, os povos foram incentivados a se odiarem. Ignorantes sobre a vida real, homens se tornaram máquinas de matar desconhecidos.

Quem é culpado? É sempre a primeira pergunta que fazem. Como se descobrir o autor direto…

Ver o post original 269 mais palavras

A VERDADE SOBRE O SISTEMA QUE GOVERNA O MUNDO — 31 de outubro de 2015

A VERDADE SOBRE O SISTEMA QUE GOVERNA O MUNDO

Há mais de cinco séculos que a elite vem mantendo o povo trabalhador sem um bom serviço de educação pública. E há muitos é negado qualquer meio de escolaridade, gerando um alto índice de analfabetismo. Sem uma educação formal que o ajude a refletir e a ter conhecimento dos fatos como eles são, sem ter conhecimento dos problemas a partir de suas causas estruturais, o povo trabalhador se sente incapaz de decidir sobre seu próprio destino. Torna-se joguete nas mãos dos seus opressores e exploradores. Não por menos, já se vão mais de 120 anos que o povo “vota” escolhendo seus governantes. Melhor dizendo, “vota escolhendo seus exploradores”.

Se o ensino público já era precário antes de 1964, tornou-se ainda mais rebaixado com a implantação da ditadura militar. A política dos militares cassou aqueles profissionais do ensino que conseguiram escapar da mediocridade e passaram a fornecer um grau de ensino libertador, ensino que permite e estimula o acesso à pesquisa, à reflexão e que, portanto, estimula também à busca das soluções para os problemas estruturais.

O sistema não se interessa em alfabetizar quem quer que seja. O conhecimento é uma arma letal contra o sistema deste mundo, nenhum sistema sobrevive se o ser humano adquirir conhecimento, a escravidão é apenas falta de conhecimento, enquanto houver ignorância, falta de questionamento, todo o sistema “Matrix” conseguirá escravizar humanos.
Não estou a me referir a um livro apenas, mas a todos os livros possíveis, uma vez que a mente se expande, nunca mais voltará a ser escravo, alguma vez ja se perguntou, porque os professores são tão mal pagos pelo sistema? Nunca se questionou você, por que se investe tão pouco na educação?

Tudo aquilo que o homem ignora, não existe para ele. Por isso o universo de cada um, se resume no tamanho de seu saber.
Albert Einstein

Pense nisso…
Francisco Oliveira

O EXTERMÍNIO DE NATIVOS INDÍGENAS, A HISTÓRIA QUE NUNCA FOI CONTADA —

O EXTERMÍNIO DE NATIVOS INDÍGENAS, A HISTÓRIA QUE NUNCA FOI CONTADA

(56.000.000) de indíginas foram assasinados a machadadas, lanças e baleados por homens que queria dominar seus territórios, vivos ou mortos perderam aquilo que era deles… Mas a história só lembra do que ocorreu na Alemanha através dos nazistas, é que os “Nativos Americanos” eram Índios… Como se os Nativos não fossem seres humanos, ou fosse inferiores ao humanos…

Se fazermos as contas: Os nazistas criaram campos de extermínio para que os assassinatos em massa fossem mais eficazes. Diferentemente dos campos de concentração, que serviam principalmente como centros de detenção e de trabalho forçado, os campos de extermínio (também chamados de “centros de extermínio” ou “campos de morte”) eram quase que exclusivamente “fábricas de morte”. As SS e polícia alemã assassinaram cerca de (2.700.000) judeus nos campos de extermínio, seja utilizando o método de asfixia criada pela emissão de gases ou por fuzilamento.

Entenderam isso? Se pesquisarmos na net sobre o nazismo, encontaremos aos milhares… Faça então uma pesquisa sobre extermínio dos Nativos, (Índígenas) americanos ou de qualquer parte do mundo, resimindo e concluindo… Esta parte da história da humanidade pouco importa a aqueles que exterminaram, muito menos aos seus descendentes…
Francisco Oliveira​

Indios nativos e as suas muitas histórias… — 29 de outubro de 2015

Indios nativos e as suas muitas histórias…

Fastástico este vídeo… Muitos imaginam que desde que o mundo é mundo, cada um tem seu pedaço de terra, muitos imaginam que os índios são povos desligado da sociedade. Os nativos (índios) é que eram donos de todas as terras, como não tinham ambição, como nem imaginavam o que era o poder, foram pegos em emboscadas pelos homens brancos, que com sua ganância e sede de poder, para além de tomarem suas terras, dizimaram boa parte da espécie.

A eles não sobrou quase absolutamente nada, algumas reservas que lhes foram designadas também lhes foram tomados pelos brancos. Agora escravos em terras que eram deles, restou apenas ser escravizados por aqueles que tomaram posse de tudo que tinham.

Se isso não lhes bastassem, mudaram seus idiomas nativo, aos poucos… E o que é pior, nos dias de hoje, até os seus deuses estão a matar, tudo aquilo que aprenderam sobre a vida, sobre Deus, sobre a vida, seus costumes foi saqueado. Os índios ficarm sem a sua identidade, sem sequer sua história, de modo que um bebê (índio) em nossos dias não saberá muita coisa sobre seus ancestrais.

Muitos defendem este genocídio, argumentos nunca faltarão para aqueles que ainda não chegaram a conciência daquilo que somos. Desde a religião, foi ensinado que se assim não fosse, o mundo não estaria evoluido como em nossos dias. “E isso é uma verdade”, se continuasse em mãos de Nativos não teríamos tantas invenções que tornou o ser humano a a única espécie a falar com outro do outro lado do mundo, consegue ver acontecimentos em tempo real.

,

Mas entretanto fica aqui um questionamento meu… A evolução em todos os sentidos… Esta a fazer do ser humano mais feliz do que poderia ser? Nunca se ouviu tanto falar que o homem tivesse tantos males com hoje… De modo que tiveram que criar a “Indústria da Doença… Enquanto que os nativos lá na mata em suas terras, não sabia o que ansiedade, o que é uma depressão. Não havia stress que levasse um nativo a doença. Pense nisso…
Francisco Oliveira​

Outra história… — 8 de outubro de 2015

Outra história…

Fantástico este texto, mexe com a imaginação, abre questionamentos nunca dantes manifestado, aciona a consciência. Parabéns pelo belo texto Flávio! Tenho andado um pouco distante dos blogs, estou a retornar aos poucos…

Blog do Flavio Siqueira

Não há outro instante. O que há é um único momento, uma dimensão chamada tempo, que nos alimenta a impressão de que a vida é linear: começo, meio e fim. Como se o passageiro na janela do carro não pudesse conceber a ideia de que o cenário não está em movimento. É ele que está.
O espaço é uma dimensão do tempo. Sem tempo não há espaço e tudo acontece no mesmo instante, no mesmo lugar. Mas “lugar” é espaço, nossos corpos são “espaços”, alguém diria com razão. Isso porque nossa mente não é capaz de pensar fora das dimensões tempo e espaço. Tudo o que vemos é linear, cronológico, temporal, egoico.
Intimamente não creio que seja apenas isso. Você já sentiu que esteve em lugares onde esse corpo nunca foi? Um cheiro, uma música, uma saudade, um insight… Fragmentos de memória que remetem à realidades que aparentemente nunca existiram.

Ver o post original 378 mais palavras

CONSCIÊNCIA DO SER — 13 de setembro de 2015

CONSCIÊNCIA DO SER

O que precisamos para compreender que a maior riqueza que há no mundo, não estão nas coisas…

Mas nas pessoas. O mundo precisa da luz interna que há em cada um de nós!

Nenhum indivíduo deveria ser exposto à cobiça, à ganância
ou ao egoísmo, mais do que ao amor, ao respeito e à
solidariedade. E, quanto mais forte fosse sua convicção
espiritual ou mais estável sua condição econômica e social…,
maior fosse sua vontade de fazer o bem ao seu
semelhante.”
JADEM FREITAS DOS SANTOS

Fato é que muitos buscam este amor de forma externa, cada vez ficam mais distantes do AMOR, mais próximos do ódio… Mais distantes da Verdade de sua verdadeira consciência