Fantástico este texto, mexe com a imaginação, abre questionamentos nunca dantes manifestado, aciona a consciência. Parabéns pelo belo texto Flávio! Tenho andado um pouco distante dos blogs, estou a retornar aos poucos…

Blog do Flavio Siqueira

Não há outro instante. O que há é um único momento, uma dimensão chamada tempo, que nos alimenta a impressão de que a vida é linear: começo, meio e fim. Como se o passageiro na janela do carro não pudesse conceber a ideia de que o cenário não está em movimento. É ele que está.
O espaço é uma dimensão do tempo. Sem tempo não há espaço e tudo acontece no mesmo instante, no mesmo lugar. Mas “lugar” é espaço, nossos corpos são “espaços”, alguém diria com razão. Isso porque nossa mente não é capaz de pensar fora das dimensões tempo e espaço. Tudo o que vemos é linear, cronológico, temporal, egoico.
Intimamente não creio que seja apenas isso. Você já sentiu que esteve em lugares onde esse corpo nunca foi? Um cheiro, uma música, uma saudade, um insight… Fragmentos de memória que remetem à realidades que aparentemente nunca existiram.

Ver o post original 378 mais palavras

Anúncios