Ao meu ver nem há dogmas… Claro que nos primeiros passos dado no caminho dá mão esquerda, quase todos apenas trocam de deuses, a religião o fez ver desta forma. Acreditar que há um Deus que representa o bem e Satã o mal. Se conseguir evoluir, desgarrar-se do paradígma… Pode ser um processo muito demorado, consoante com a busca de conhecimento que este pretendente ao caminho da mão esquerda impuser, depende muito também daqueles que o tem como neófito vê o satanismo, caso seja ele do satanismo tradicional ou moderno, não estou aqui a defender nenhuma das duas vertentes, “é que mesmo sendo uma vertente”, dentro dela haverá sempre divergências em relação ao entendimento daquilo que ele estuda.

É que dentro da filosofia, não há nenhuma “verdade absoluta”, o que há realmente são infinitas possibilidades que da forma como vemos e entendemos estarem corretas… Problema maior é saber que quanto mais você estuda no caminho da mão esquerda mais questionamentos vão surgindo, quando imaginamos que sabemos alguma coisa, chegamos a conclusão de que nada sabemos, “Só sei que nada sei”, frase emblemática do ainda mais emblemático filósofo Grego, Sócrates.

Quando entender que conhece uma verdade e esta faz algum tempo que não se questionou, fiquem atentos pois não esta a haver evolução, a evolução tem que ser constante e sem busca de conhecimentos não haverá evolução, sem busca estaremos a voltar para o cativeiro de onde saimos, pode ser que nunca voltaremos  para o caminho da direita, mas estaremos de certa forma dando a oportunidade de nos tornarmos escravos do nada que conhecemos deste lado.

Nunca acreditem piamente naquilo que você tem certeza que é, quer voltar a escravidão! Este é o caminho para a estagnação de nossa mente. Usem a sua intuição para cada dia mais buscar a sua verdade…

Francisco Oliveira

Anúncios