poder da mente 2
Quando perguntaram, num programa de televisão, ao escritor Nelson
Rodrigues o que pensava sobre a morte, ele citou alguém que teria dito que a
“morte é a coisa mais triste”, e acrescentou: “Não, a morte não é triste, triste é a
vida:” Esta é mais uma das milhares de definições que você encontrará sobre a
vida. Na maioria, negativas. Na verdade, cada pessoa tem uma definição própria
para a vida. E esta definição parte apenas de um ponto de vista: o pensamento
Salom de cada um.
Se a vida se apresenta ao seu pensamento como algo agradável, cheio de
belas surpresas, você dirá que a vida é uma boa. Se você pensa que a vida, para
ser boa deve lhe trazer um certo benefício que você não conseguiu alcançar,
você dirá que a vida é uma frustração. Se você só enxerga, agora na vida, os
outros subindo e você descendo, afirmará que a vida é uma injustiça cruel. Se
você acorda sempre disposto, saudável, confiante na sua boa estrela, dirá que a
vida é uma irradiação de felicidade. Se você vive um grande amor, dirá que a
vida é amor. Se consegue chegar aonde deseja, para você a vida é um sucesso
permanente.
Veja você, a vida é uma projeção da sua mente.
A sua vida é o resultado dos seus pensamentos.
Ralph Waldo Emerson, pensador e escritor norte americano, disse que “o
homem é aquilo que pensa o dia inteiro”. Todo pensamento emocionalizado,
reforçado pelo sentimento, transforma-se em realidade física.
James Allen afirmou, com toda razão: “Tudo quanto o homem consegue e tudo quanto deixa de conseguir é resultado direto dos seus próprios pensamentos.”

Anúncios